Jornal O Impacto - Guararapes e Região

Casa do dr. Marcos é assaltada durante velório e filha e genro são feitos reféns


 - da Redação –

 

                A residência da família do delegado de Polícia Civil Marcos Roberto Alves da Costa, que morreu de acidente automobilístico no início da madrugada de segunda-feira (21), foi invadida, roubada e a filha mais nova e o genro dele foram feitos reféns na manhã de terça-feira (22), enquanto o corpo do policial era velado na Câmara Municipal de Guararapes.

                A filha e o genro do delegado foram surpreendidos pelo ladrão quando foram à casa buscar documentos para registrar o óbito do dr. Marcos Alves da Costa. O assaltante aproveitou que o portão estava aberto e invadiu o imóvel, armado de revólver, e exigiu dinheiro e joias.

Como não havia muito dinheiro, eles tiveram que ir até o centro da cidade, no banco onde o casal possui conta, e fizeram saques, totalizando R$ 7.100,00, além de algumas bijuterias e joias, que foram entregues ao criminoso, conforme divulgado pelo Hojemais Araçatuba.

Ao terminar o roubo, o assaltante disse ao casal que se o caso chegasse ao conhecimento da polícia, toda a família seria morta, porque ele faz parte de uma quadrilha.

O crime só foi informado à polícia depois do sepultamento do delegado. A imprensa da região, incluindo O Impacto, não divulgou o caso para não atrapalhar as investigações. O suspeito de cometer o roubo foi preso e reconhecido pelas vítimas na tarde de quarta-feira.

A prisão foi feita por policiais do Deic (Divisão Especializada de Investigações Criminais), que localizou o suspeito na rua Rui Barbosa. Ele tentou fugir, mas foi contido e algemado. Em sua casa foram encontradas roupas e o tênis semelhantes aos descritos pelo casal como as que o assaltante usou no roubo.

O suspeito teve a prisão temporária decretada e foi transferido para uma unidade carcerária provisória da região. O acusado havia deixado o sistema penitenciário havia apenas quatro meses. Ele esteve preso durante 19 anos, cumpridos de uma sentença de 44 anos por condenação por tráfico de drogas, roubo e tentativa de homicídio.


Postagem Anterior Próxima Postagem

ÓTICA OCULAR E ESTILO

Jornal O Impacto - Guararapes e Região

SICOOB

Jornal O Impacto - Guararapes e Região

SUPERMERCADOS JORDÃO

Jornal O Impacto - Guararapes e Região

RIGUETI AUTO PEÇAS

Jornal O Impacto - Guararapes e Região