Jornal O Impacto - Guararapes e Região

SP volta a registrar mortes por febre amarela

 


A Secretaria Estadual da Saúde de São Paulo confirmou duas mortes por febre amarela. No total, quatro pessoas foram infectadas pela doença. A cidade de São Paulo não havia registrado casos de febre amarela desde de 2020. 

Os casos de morte em São Paulo por febre amarela deixam um alerta em todo o país. O Brasil precisa imunizar toda a população o quanto antes, para não acontecer outras mortes, afirma a professora e infectologista da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) Raquel Stucchi.

“Todas as regiões de mato e todas as regiões que a gente tem uma concentração grande do Aedes aegypti, são áreas de risco para febre amarela. Por tanto, o Brasil é um país de risco para a febre amarela, por isso todos devem ser vacinados,” destaca.  

Entre o mês de janeiro e março deste ano, a cobertura vacinal da febre amarela registrou 8,2%. No ano de 2022, esse resultado foi de 64,4%. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde ressalta que a vacinação contra a doença, as pessoas precisam acompanhar o calendário de imunização que fica disponível em todas as unidades de saúde. 


Postagem Anterior Próxima Postagem

ÓTICA OCULAR E ESTILO

Jornal O Impacto - Guararapes e Região

SICOOB

Jornal O Impacto - Guararapes e Região

SUPERMERCADOS JORDÃO

Jornal O Impacto - Guararapes e Região

RIGUETI AUTO PEÇAS

Jornal O Impacto - Guararapes e Região