Jornal O Impacto - Guararapes e Região

Granja Faria assume controle da Katayama Alimentos e passa a liderar o mercado de ovos

 

Vista parcial da Katayama Alimentos em Guararapes / foto extraída da internet


A Granja Faria adquiriu o controle das operações de ovos e fertilizantes organominerais da Katayama Alimentos. O valor da transação não foi mencionado, nem o tamanho da fatia comprada pela empresa de Ricardo Faria. Sabe-se que foi mais de 51%, com recursos do caixa da companhia. A negociação será submetida à aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Ricardo Faria, agora chamado de o Rei do Ovo e considerado o quinto maior empresário do agro brasileiro, projeta que a aquisição pode fazer a receita da Granja Faria, prevista em R$ 2,6 bilhões este ano, chegar a quase R$ 3 bilhões. A produção de ovos também deve aumentar, passando de 13 milhões para 16 milhões de ovos ao dia.

A Katayama é a 11ª empresa adquirida pela Granja Faria, e o empresário Ricardo Faria se mostra determinado a consolidar esse setor. “Enquanto a gente for eficiente e tiver capacidade de execução”, frisou. A Granja Faria ainda detém pouco menos de 10% do mercado brasileiro de ovos, estimado em R$ 35 bilhões por ano.

Essa é a primeira vez que a Granja Faria adquire apenas parte das ações de uma empresa de ovos, mantendo Gilson Katayama como sócio e incluindo-o no Conselho de Administração da Controladora. A negociação começou há três anos, segundo Ricardo Faria: “Discussão de sociedade é discussão de vida”, justificou o empresário em entrevista para o Globo Rural.

 

MINIMIZANDO RISCOS

Apesar do aumento do risco da avicultura devido à gripe aviária no país, Ricardo Faria não se intimida, acreditando que o Brasil possui a melhor biossegurança do mundo. A Granja Faria reforçou suas medidas de segurança desde o início da disseminação da doença.

O empresário destaca que vírus influenza se espalhou rapidamente por países vizinhos na primeira semana após a divulgação de casos em aves silvestres. Aqui, mesmo após mais de 40 dias do primeiro caso de gripe aviária em pássaros da natureza, não há focos em granjas comerciais.

Faria assegura que a estratégia da Katayama não será alterada. O grupo busca sinergias internas, especialmente na compra de insumos, mas permite que suas marcas compitam no mercado. A liberdade permite que as empresas continuem inovando.

 

ESTRATÉGIA DE GIGANTE

A negociação é dada como estratégica para a Granja Faria no estado de São Paulo, maior mercado consumidor do país. Atualmente, a Granja Faria possui nove marcas com produção em sete estados brasileiros, além de exportar para 10 países.

A aquisição da Katayama abre a oportunidade de vender ao Japão, um mercado de alto valor agregado. As exportações representam 13% da receita da Granja Faria com ovos comerciais e 70% no negócio de ovos férteis.

Ricardo Faria projeta um cenário favorável de abastecimento de grãos para os avicultores nos próximos meses. Ele também acredita que o consumo de ovos não diminuirá, mesmo com o aumento da oferta de carne bovina, pois os ovos conquistaram um mercado que busca alimentos saudáveis.

Ricardo Faria, agora chamado de o Rei do Ovo e considerado o quinto maior empresário do agro brasileiro
Postagem Anterior Próxima Postagem

ÓTICA OCULAR E ESTILO

Jornal O Impacto - Guararapes e Região

SICOOB

Jornal O Impacto - Guararapes e Região

SUPERMERCADOS JORDÃO

Jornal O Impacto - Guararapes e Região

RIGUETI AUTO PEÇAS

Jornal O Impacto - Guararapes e Região