Jornal O Impacto - Guararapes e Região

Moradoras de Birigui e Guararapes são violentadas por venezuelano em Araçatuba

Homem se passou por motorista de aplicativo e depois de estupra-las, ainda levou celulares e roupas das vítimas, que foram deixadas nuas


- da Redação - 


                Duas jovens mulheres, na faixa etária de 25 anos, foram violentadas por um homem que se passava por motorista de aplicativo em Araçatuba. Além do estupro, praticado mediante ameaça de morte, elas tiveram os celulares e roupas roubadas, sendo deixadas nuas em locais distantes da área urbana.

                O acusado tem 27 anos, é venezuelano e mora em Araçatuba há cinco anos, conforme informações veiculadas pelo Hojemais Araçatuba, a partir de declarações da Polícia Civil. Na casa onde ele mora, no bairro Paraíso, foram apreendidos pela polícia um veículo branco, com adesivo do serviço de transporte por aplicativo, e um boné, idênticos aos informados pelas vítimas.

                A primeira vítima do falso motorista de aplicativo foi atacada no dia 2. Ela narrou à polícia que chegou a Araçatuba de ônibus e enquanto estava chamando por um serviço de transporte por aplicativo, o acusado se apresentou como motorista.

Ela entrou no veículo e foi levada para um lugar afastado da cidade, onde foi estuprada. Depois da violência, ela procurou atendimento médico e, posteriormente, relatou o caso para a polícia.

A outra vítima contou que contratou o serviço de transporte desde a sua cidade, em Birigui, mas que chegando a Araçatuba, viu que o motorista pegou um caminho que não a levaria ao seu destino. Também em um lugar afastado da zona urbana, o homem, afirmando ter uma arma no carro, a estuprou e roubou suas roupas e celular.

O serviço de investigação da DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) trabalhou rápido no caso e depois de localizar a moradia do suspeito, o levou para interrogatório e com a sua identificação visual pelas vítimas, foi preso temporariamente, inicialmente por um período de 30 dias, pelos crimes de estupro e roubo.

O delegado Marcel Basso, que comandou a investigação, pede para que vítimas de estupro procurem a polícia, para que os autores possam ser retirados das ruas (foto Thalia Paro/Hojemais Araçatuba

Postagem Anterior Próxima Postagem

ÓTICA OCULAR E ESTILO

Jornal O Impacto - Guararapes e Região

SICOOB

Jornal O Impacto - Guararapes e Região

SUPERMERCADOS JORDÃO

Jornal O Impacto - Guararapes e Região

RIGUETI AUTO PEÇAS

Jornal O Impacto - Guararapes e Região