Jornal O Impacto - Guararapes e Região

Menina de 12 anos é estuprada, morta e corpo é descartado como lixo na rua

 

A Polícia Civil informou na última sexta-feira (26), que a adolescente Ana Luiza Silva Gomes, de 12 anos, foi estuprada e assassinada pelo suspeito que a atraiu para dentro da casa dele.

Os crimes aconteceram no dia 16 deste mês e ela foi encontrada morta em uma calçada, no bairro Vitória, em Belo Horizonte (MG). O homem, de 25 anos, foi indiciado por estupro de vulnerável, homicídio, fraude processual e corrupção de menores.

O delegado responsável pelo caso disse que durante o ato sexual, Ana Luiza sofreu convulsão, porque o homem comprimiu o tórax dela e assumiu o risco de matá-la.

"Ele teve a intenção do estupro e, no decorrer do estupro, fez o sufocamento. Ele não se preocupou com o que poderia acontecer com a vítima. Ele não se propôs a socorrer a vítima", destacou.

O delegado explicou também que o acusado negou o estupro, mas material genético encontrado no corpo da vítima é o mesmo DNA do suspeito.

Outra prova contundente da autoria do crime foi obtida de uma câmera de segurança, cujas imagens mostram o suspeito entrando em casa com a menina e, depois, a colocando na calçada desfalecida - o delegado Leandro Alves Santos disse que a menina já estava morta neste momento.

Ainda segundo Santos, ao colocar a adolescente no passeio, o homem simulou socorro. "A vítima morreu logo depois que chegou à casa dele. Ele tentou simular que ela morreu do lado de fora da casa".

A delegada Alessandra Wilke contou que, após exame feito no corpo de Ana Luiza, ficou constatado que o hímen da adolescente havia sido rompido durante o estupro, confirmando que ela era virgem até antes de ser abusada sexualmente.

Na casa do suspeito foram encontrados resquícios de cocaína, além de preservativos - dentre os quais, um usado. Ele já cumpriu penas por tráfico de drogas, furto e estupro de vulnerável.

Desde o dia 17 de janeiro, ele está preso no Presídio Inspetor José Martinho Drumond, em Ribeirão das Neves, na Grande BH.

Ana Luiza foi atraída para a morte no dia 16; na foto à direta, o acusado descarta o corpo dela na calçada - segundo a polícia, a menina já estava morta neste momento

Postagem Anterior Próxima Postagem

ÓTICA OCULAR E ESTILO

Jornal O Impacto - Guararapes e Região

SICOOB

Jornal O Impacto - Guararapes e Região

SUPERMERCADOS JORDÃO

Jornal O Impacto - Guararapes e Região

RIGUETI AUTO PEÇAS

Jornal O Impacto - Guararapes e Região